Entrevista com a autora P.F. Gomez


Patrícia Gomez escreve sob o pseudônimo P. F. Gomez. É casada e mãe de dois filhos. Mora na região metropolitana de Campinas/SP .É uma eclética leitora apaixonada pela família, literatura, ensino, artes e culinária. Escrever é um desafio prazeroso e a realização de um sonho, seus livros de podem ser lidos digitalmente através da Amazon e estão disponíveis físicos diretamente com a autora. Descubra mais sobre Patrícia na entrevista a seguir.


Quem é P. F. Gomez? O que podemos esperar em suas histórias?

Eu sou uma pessoa apaixonada pela escrita e pela leitura. Ambas são caminho para a minha felicidade e contentamento. Gosto de trazer mulheres fortes, decididas, que encaram a sexualidade de maneira prazerosa e empolgante. Também gosto de abordar temas atuais e dar leveza à vida. Particularmente, tento deixar a minha narrativa leve, deixando o leitor à vontade para sonhar com os meus personagens.


Qual foi a sua maior inspiração no começo da escrita?

Não tenho uma inspiração única. Sempre precisei colocar os meus pensamentos no papel para ordená-los e escrever veio naturalmente em uma fase difícil de minha vida no que concerne à saúde. Então a ficção veio para preencher a minha existência.


Qual clichê não pode faltar de forma alguma em um romance?

Sou apaixonada por clichês, não consigo escolher só um!


Quando percebeu que escrever era o que mais te alegrava?

Desde pequena, a escrita sempre foi um prazer. A princípio como registro, depois de maneira acadêmica e por fim, na ficção, em meus romances.


Para você, qual o maior casal na literatura?

Romeu e Julieta.


Qual foi o livro que marcou seu 2020?

A Série Outlander de Diane Galbadon, que reli.


Qual a maior vantagem de ser uma autora independente?

Ter a liberdade para escolher.


Na sua biblioteca não podem faltar quais gêneros?

Romances eróticos, suspenses, thrillers.


Qual cena mais te marcou em um livro?

A cena em que Harry Potter descobre a verdadeira natureza de Severo Snape.


Existe algum autor que todo mundo ama e você não?

Nicolas Sparks.


Qual o maior perrengue que passou sendo um autor(a) independente?

Inúmeros, o que mais me marcou foi ter o horário pelo qual paguei em um estande, desmarcado, na Bienal. Foi remarcado para outro dia, mas fiquei muito decepcionada.


Qual série de livros você gostaria de poder ver na tv?

Minha série em andamento, Magia & Sedução


Qual autor(a) independente você indicaria hoje sem pensar duas vezes?

Mari Sales.


Se você ficasse presa numa ilha e pudesse escolher três livros, quais seriam?

"O outro lado da meia-noite" de Sidney Sheldon, "Assassinato no Expresso do Oriente", Ágatha Christie e "Harry Potter e o Enigma do Príncipe".


Se pudesse juntar três personagens de histórias diferentes, quais seriam e qual o gênero desse livro? Não vale Frankenstein.

Harry Potter, Percy Jackson e Katniss Everdeen em um Fantasia.


Você tem um guilty pleasure literário, ou não acredita que isso exista?

Não acredito nisso. O que acontece é você estigmatizado um gênero ao vlassificá-lo assim.


Qual é o seu coadjuvante favorito? E se ele fosse o protagonista, o que mudaria na história que faz parte?

Hermione. Eu a tornaria o par romântico de Harry Potter


Qual a sua expectativa para a Sevai 2021?

Apenas as melhores, nas suas eu me aproxime de demais escritores e conquiste leitores.


Você pode acompanhar o trabalho de Patrícia em seu Instagram e encontrar seus livros na Amazon.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo