Aprendizados da vida de leitor


Cresci escutando que a leitura é essencial para nossa formação como ser humano, a princípio não compreendia muito isso mas era uma criança que adorava ler. Hoje com 25 anos entendo muito bem o poder de um livro e como ele pode nos influenciar e nos levar para os mais longínquos espaços sem sair do lugar.


Em algum momento você se depara com algo que realmente te muda por dentro e tudo torna-se mais distinto eu me deparei com "1984" do George Orwell, li esse livro no primeiro ano da faculdade de publicidade e se tornou um dos meus favoritos. Lembro que o li em duas tardes seguidas, sem perder o fôlego e ansioso a cada página, foi a primeira vez que senti prazer no ato da leitura e percebi que não poderia parar ali.


Desse momento em diante comecei a ler quase que compulsoriamente, terminava um livro após o outro, separava temas específicos, dividia minha lista por países e me perdia em páginas das mais variadas obras. A verdade é que a leitura me libertou, ela me ajudou a criar a minha ideologia e meu código moral, através dela consigo enxergar o mundo pelos olhos de um romancista do século XX ou de um jovem que escreve seus primeiros textos em algum aplicativo de publicação independente.


A leitura se trata de enxergar, não aquelas letras que estão a 30 centímetros de sua face mas sim do que está em sua alma, ela é uma grande viagem dentro de si, num oceano infinito que você pode explorar a qualquer momento.



1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo